O que é Growth Hacking?

Você já ouviu falar no termo Growth Hacking? Se trata de encontrar oportunidades para criar estratégicas específicas que visam resultados rápidos para o crescimento da empresa.

Muitas empresas já aderiram à técnica, que vem ganhando cada vez mais espaço, principalmente entre as start-ups.

A definição mais correta para Growth Hacking é: marketing orientado a experimentos para fazer um negócio crescer mais rápido. Os profissionais, chamados de Growth Hackers, encontram brechas para promover essa aceleração.

Qual é o papel do Growth Hacker?

Hoje em dia, existem profissionais formados nesse tipo de trabalho. Além do conhecimento técnico e conceitual em Marketing, eles precisam saber tudo sobre processos, metodologia de experimentos, tecnologia e psicologia do consumidor.

Saber as técnicas de marketing é essencial para encontrar possíveis gatilhos de crescimento e buscar na experimentação a comprovação das hipóteses. Já a psicologia do consumidor ajuda a entender o comportamento ao longo da jornada de compra, como as pessoas reagem ao que é apresentado e o que as motivam a darem continuidade ao pedido.

Em geral, o Growth Hacking se trata mais de uma forma de pensar do que um cargo formal, apesar das empresas já terem criado esse termo. Qualquer profissional pode ter boas ideias para otimizar o crescimento do negócio.

O que você deve saber sobre Growth Hacking

Assim como existe um funil de vendas, existe um para o Growth Hacking. Ele possui cinco estágios: aquisição, que reúne as práticas para atrair e conquistar um cliente; ativação, quando o foco é entregar uma primeira boa experiência ao consumidor; retenção, que se trata de satisfazer o seu cliente para que ele continue utilizando o seu produto ou serviço; receita, que é gerar faturamento para a empresa através dos clientes; e indicação, quando os consumidores estão chamando amigos e familiares para conhecer o seu negócio.

As etapas não possuem uma declaração clara de território. Em alguns casos, a retenção e a receita podem andar juntas. Em outros, a indicação pode vir antes da receita. O Growth Hacker precisa conseguir identificar quais são as etapas que estão com problemas e resolvê-los, para começar a trabalhar no processo de aceleração do crescimento do negócio.

Para ser um Growth Hacker, você não precisa ser um expert em programação. As aplicações de experimentos podem exigir algum conhecimento, mas isso não é regra. A maior parte das empresas possuem seus times de growth e de programadores, que irão trabalhar juntos para colocarem as ideias em prática. Mas claro, ter um bom conhecimento de tecnologia irá te ajudar nessa missão.

 

No próximo dia 19 de julho, o Merkaz irá realizar um evento sobre Growth Hacking, para você aprender tudo sobre o assunto. É só se inscrever aqui! Estamos esperando por você!

Categories: Marketing, Tecnologia

Post Your Thoughts

Close

FAÇA PARTE!

Would you like to see our space before joining? Come and visit our coworking space. Please fill out the form and our manager will get back asap.